Quinta, 26 de Maio de 2022 02:07
Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Deputados aprovam proposta que institui a campanha Novembrinho Azul; acompanhe

Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados Deputados reunidos durante sessão do Plenário da Câmara A Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 3930/21...

12/05/2022 20h25
9
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
Deputados reunidos durante sessão do Plenário da Câmara - (Foto: Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados)
Deputados reunidos durante sessão do Plenário da Câmara - (Foto: Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados)

A Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 3930/21, do deputado Dr. Zacharias Calil (União-GO), que institui a campanha Novembrinho Azul, para promover campanha de conscientização e ações de proteção da saúde de meninos de até 15 anos de idade. A proposta seguirá para análise do Senado.

A aprovação foi defendida pela relatora, deputada Tereza Nelma (PSD-AL), que destacou a importância de datas comemorativas para conscientizar e promover o conhecimento sobre a saúde. "Privilegia, em determinadas situações, a atenção de grupos específicos sobre assuntos relevantes e que tenham impacto social", afirmou.

Segundo a relatora, as campanhas são particularmente importantes quando se relacionam a especifidades de gênero, que muitas vezes são relegadas frente a questões que atingem a coletividade de maneira relativamente isonômica.

Dr. Zacharias Calil lembrou que a campanha foi sugerida pela Associação Brasileira de Cirurgia Pediátrica. Segundo ele, o objetivo é prevenir doenças como fimose, hipospádia, hérnia inguinal, distopia testicular, disfunção urinária e varicocele, bem como conscientizar a população sobre a vacina de HPV.

Campanha
Segundo a proposta, as campanhas de conscientização do Novembrinho Azul deverão incluir a distribuição de material informativo sobre a importância de:
- investigação de quadros de dor testicular e do aumento de volume escrotal;
- vacina contra o HPV;
- diagnóstico e tratamento precoces de condições que sejam fatores de risco para doenças na vida adulta, nos termos de regulamento.

A campanha ainda deve promover a capacitação dos gestores locais do Sistema Único de Saúde (SUS) sobre a importância de oferecer a meninos de até 15 anos serviços e procedimentos ligados à prevenção de condições que sejam fatores de risco para doenças na vida adulta.

Mais informações a seguir